Publicado em Deixe um comentário

COMO IDENTIFICAR SITES FALSOS E PROTEGER SUAS COMPRAS

Você sabia que 80% dos brasileiros já sofreram fraude online? Com o aumento dos sites falsos durante a pandemia, é essencial ficar atento para não cair em golpes. Aqui estão 5 dicas essenciais para identificar se um site é confiável ou não.

1. Verifique a URL

Sempre confira se o site começa com “HTTPS”. Isso indica que ele possui criptografia SSL para proteger seus dados. Fique atento a URLs suspeitas, como “Instagr4m” ou “Mercado Liivre”.

2. Imagens e Gramática

Preste atenção em imagens pixeladas e erros de português. Sites falsos costumam usar capturas de tela de baixa qualidade e não se preocupam com a correção gramatical.

3. Ofertas Absurdas

Desconfie de preços muito abaixo do mercado. Sempre procure feedbacks de outros compradores. Se a oferta parece boa demais para ser verdade, provavelmente é um golpe.

4. Formas de Contato e Pagamento

Verifique se o site possui diversas formas de contato, como telefone e e-mail corporativo. Desconfie se a única opção de pagamento for Pix, especialmente se for para um CPF.

5. Links Suspeitos

Evite clicar em links encurtados ou com muitos caracteres aleatórios. Links confiáveis são limpos e não vêm de locais suspeitos como a caixa de spam.

Fique seguro e evite fraudes! Compartilhe essas dicas e ajude mais pessoas a se protegerem online.

Publicado em Deixe um comentário

ANA HICKMANN ALERTA SOBRE GOLPE COM USO INDEVIDO DE SUA IMAGEM

Na segunda-feira, 17/06, Ana Hickmann utilizou suas redes sociais para alertar seus seguidores sobre um golpe que envolve o uso de sua imagem e a de seu namorado, o chef de cozinha Edu Guedes, para a venda de produtos. A modelo informou que pessoas estão utilizando suas fotos e nomes para promover produtos não associados a eles ou a seus parceiros comerciais.

“Recebi uma notícia muito chata e triste. Descobrimos que está rolando um golpe com minha imagem e do Edu. As pessoas estão tentando vender produtos que não fazem parte da nossa vida, de nenhum cliente e nenhuma empresa. Muito menos de nenhum parceiro com que a gente trabalha”, afirmou Ana.

Ela também compartilhou orientações para ajudar os fãs a identificarem e evitarem esses golpes: “Por isso, vou deixar aqui algumas dicas para vocês. Se receber qualquer notificação e anúncio de produto, antes de comprar, de entrar [no link], de aceitar, por favor, cheque na minha rede pessoal, na do Edu, ou dos nossos parceiros. Se essa rede tiver parceria com a gente, vai estar ligada. Aí sim, você pode ter certeza que é produto nosso e que é ok. Tem que ser conta verificada. Caso contrário, sai fora porque é golpe”.

Com essas dicas, Ana busca proteger seus seguidores e garantir que não sejam enganados por falsos anúncios que utilizam indevidamente sua imagem e a de Edu Guedes.

Publicado em Deixe um comentário

COMO SE PROTEGER CONTRA O GOLPE DO FALSO EMPREGO

Evitar cair em golpes é uma preocupação constante, especialmente em um cenário onde os fraudadores se aproveitam da busca por empregos ou oportunidades de renda extra. O “golpe do falso emprego” tem se tornado cada vez mais comum, com criminosos utilizando aplicativos e redes sociais para atrair vítimas com a promessa de ganhos fáceis e rápidos.

Geralmente, os golpistas oferecem remuneração em troca de tarefas simples na internet, como curtir fotos, fazer comentários e seguir contas de empresas e lojistas nas redes sociais. Sob a falsa pretensão de trabalhar para uma empresa de marketing digital, as vítimas são inseridas em grupos de mensagens onde realizam essas tarefas, inicialmente recebendo pagamentos em pequenos valores para gerar credibilidade.

No entanto, o golpe se revela quando os golpistas solicitam pagamentos adiantados para participação em determinadas tarefas, prometendo reembolsá-los no mesmo dia. Esses valores pré-pagos são consideravelmente mais altos, e muitas vezes as vítimas são convencidas a continuar no esquema pelos comprovantes de pagamento recebidos por outros participantes.

A situação se agrava quando, após o pagamento adiantado, os golpistas desaparecem, bloqueando as vítimas dos grupos de mensagens e deixando-as com prejuízos financeiros significativos.

Para se proteger contra esse tipo de golpe, é essencial desconfiar de propostas de trabalho que exijam pagamento antecipado, não acreditar em promessas de ganhos exagerados e jamais depositar dinheiro em contas desconhecidas para garantir oportunidades de emprego ou negócios. Além disso, é importante verificar a autenticidade das mensagens recebidas e buscar informações sobre possíveis golpes em redes sociais.

As instituições bancárias também desempenham um papel crucial na prevenção de golpes, investindo em campanhas educativas e sistemas de segurança da informação para proteger seus clientes de atividades fraudulentas. Em parceria com as autoridades policiais, os bancos trabalham para identificar e punir os criminosos virtuais responsáveis por esses golpes.

Publicado em Deixe um comentário

COMO PREVENIR GOLPES EM DISPOSITIVOS MÓVEIS E TRANSAÇÕES ONLINE

Nos últimos anos, a evolução da tecnologia digital no Brasil também veio acompanhada de um aumento significativo nos esquemas de fraudes pela internet, levando a uma maior preocupação com a segurança digital entre os usuários. Relatórios recentes apontam para um crescimento alarmante de 144% nas tentativas de fraude desde o início da pandemia, coincidindo com o aumento do uso de dispositivos móveis para transações financeiras. Em 2022, cerca de 79% dessas transações foram realizadas via celular, tornando os usuários potenciais alvos para criminosos que exploram a conveniência do mesmo dispositivo para aplicar golpes, especialmente por meio de aplicativos populares como o WhatsApp.

Um estudo revelou que ao menos 9% dos brasileiros já foram vítimas de fraudes digitais através de seus dispositivos móveis. Surpreendentemente, a pesquisa também indicou que tanto jovens quanto idosos estão igualmente vulneráveis a esses golpes, embora os prejuízos tendam a ser mais significativos entre os mais velhos. Em particular, pessoas acima dos 60 anos enfrentam prejuízos médios quase oito vezes maiores em golpes envolvendo o sistema de pagamento instantâneo Pix, em comparação com a faixa etária de 18 a 39 anos. Isso se deve, em grande parte, ao maior acúmulo de recursos financeiros por essa população mais velha ao longo da vida, tornando as consequências desses golpes particularmente devastadoras.

Criminosos frequentemente utilizam a urgência como um gatilho para pressionar suas vítimas a agir rapidamente, sem verificar a autenticidade das solicitações. Reconhecer e reagir a esses sinais de alerta é fundamental para a prevenção de fraudes.

Para combater esses riscos, é importante adotar medidas de segurança robustas. Proteger seus dados pessoais, usar senhas fortes e não compartilhá-las, além de ativar a autenticação em dois fatores e instalar softwares antivírus são passos essenciais. Além disso, é aconselhável realizar transações financeiras apenas através de redes Wi-Fi privadas e verificar cuidadosamente qualquer imagem ou informação compartilhada nas redes sociais.

Aqui estão algumas dicas específicas para evitar cair em golpes relacionados ao Pix e outras fraudes online:

  1. Utilize exclusivamente os aplicativos ou sites oficiais dos bancos para realizar transações.
  2. Jamais forneça sua senha ou informações de cartões de crédito quando solicitado em mensagens suspeitas.
  3. Evite redes de Wi-Fi públicas ao realizar transações financeiras.
  4. Verifique imediatamente a sua conta após receber um Pix para confirmar a transação.
  5. Ao lidar com QR Codes, confira sempre os dados da conta de destino.
  6. Desconfie de qualquer solicitação de dinheiro por mensagens, especialmente quando o pedido vem de um número desconhecido.

Se você cair em um golpe, a primeira ação deve ser contatar seu banco para solicitar a devolução dos valores e registrar um boletim de ocorrência na polícia. Isso não apenas ajuda na recuperação do dinheiro perdido, mas também apoia o processo de investigação e potencial captura dos criminosos.

Estar ciente dos riscos e adotar práticas de segurança rigorosas são os melhores caminhos para se proteger contra os crescentes golpes digitais no cenário atual.

Publicado em Deixe um comentário

SEGURANÇA: RELATO DE ESTELIONATO EM TRANSAÇÃO DE VEÍCULO

Em um incidente que destaca os perigos e as armadilhas dos negócios realizados por meio da internet, uma mulher foi vítima de um golpe de estelionato após tentar adquirir uma motocicleta Honda/CB 300, ano 2011. O caso ocorreu na pacata cidade de Itapejara do Oeste, chamando a atenção para as técnicas cada vez mais elaboradas utilizadas por criminosos no ambiente digital.

Segundo relatos da vítima à Polícia Militar local, o negócio se iniciou quando ela encontrou o anúncio de venda da motocicleta por um preço consideravelmente abaixo do valor de mercado, fixado em R$ 4.900. Acreditando estar diante de uma oportunidade única, procedeu com a negociação e efetuou o pagamento através de uma transação via Pix, um método de pagamento instantâneo e irreversível, favorecendo assim a ação dos estelionatários.

A compradora dirigiu-se a Itapejara do Oeste com o intuito de finalizar a aquisição, ou seja, receber a motocicleta e transferir a documentação para seu nome. No entanto, ao chegar ao local combinado e entrar em contato com o suposto vendedor, foi confrontada com a realidade de que havia sido enganada. O verdadeiro proprietário do veículo, que de fato havia anunciado a venda, mas por um valor de R$ 9.400, esclareceu que não havia recebido qualquer pagamento da mulher, revelando assim a existência de um intermediário fraudulento na negociação.

Este golpista, agindo com malícia e astúcia, anunciou o veículo por um preço abaixo do valor de mercado para atrair a atenção da vítima. Após conseguir seu objetivo, convenceu o legítimo proprietário a retirar o anúncio sob a falsa premissa de que a motocicleta já havia sido vendida. Para a compradora, o criminoso inventou uma história convincente, alegando que o veículo estava com seu irmão e poderia ser retirado imediatamente.

O caso de Itapejara do Oeste serve como um lembrete dos riscos associados às transações feitas pela internet, sobretudo em plataformas de venda e compra de bens. Este incidente reforça a importância de se adotar medidas cautelares rigorosas ao realizar negócios online, tais como a verificação da veracidade dos anúncios e a confirmação da identidade dos vendedores, a fim de evitar ser vítima de estelionatários cada vez mais habilidosos e criativos em suas abordagens fraudulentas.

Publicado em Deixe um comentário

GOOGLE DESTACA AMEAÇAS DE PRIVACIDADE EM 2024

O Google recentemente destacou uma preocupação relacionada à privacidade, apontando para o aumento no uso de malware de espionagem por partes mal-intencionadas. Este tipo de software é desenvolvido com o objetivo de infiltrar-se em dispositivos eletrônicos para coletar informações confidenciais, como credenciais de acesso, dados financeiros e conversas privadas.

A propagação deste malware é realizada através de várias técnicas, incluindo:

  • E-mails de phishing, que são falsamente apresentados como originários de empresas legítimas para enganar os usuários a clicar em links maliciosos.
  • Anúncios fraudulentos na internet, que levam os usuários a sites comprometidos.
  • Aplicativos que contêm malware, disponibilizados em fontes não verificadas.

O impacto de tal comprometimento pode ser extenso, permitindo que os atacantes acessem informações pessoais e financeiras, além de interceptar comunicações privadas. Esses dados podem ser utilizados em diversas atividades criminosas, incluindo fraude financeira e roubo de identidade.

Para se proteger contra essas ameaças, recomenda-se várias medidas de precaução:

  • Ser criterioso ao abrir e-mails, especialmente aqueles que contêm links ou anexos de remetentes desconhecidos.
  • Ter cautela ao clicar em anúncios online, particularmente os que parecem oferecer ofertas excepcionais.
  • Baixar aplicativos apenas de fontes reconhecidas e confiáveis, como a Google Play Store ou a App Store da Apple.
  • Manter os sistemas operacionais e softwares de segurança atualizados para proteger contra vulnerabilidades conhecidas.

Em resposta a esses desafios, o Google está investindo em tecnologia para detectar e bloquear o malware de espionagem, além de colaborar com entidades governamentais e organizações internacionais para reforçar a legislação de proteção à privacidade.

A conscientização e a adoção de práticas de segurança apropriadas são essenciais para minimizar os riscos de ser afetado por essas ameaças. Mantendo-se informado e seguindo as diretrizes recomendadas, os usuários podem proteger suas informações pessoais de acessos não autorizados.