Publicado em Deixe um comentário

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL CONTRA A FRAUDE EM ATESTADOS MÉDICOS

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) inovou recentemente ao adotar uma tecnologia baseada em inteligência artificial para otimizar a verificação de autenticidade em atestados médicos. Esta estratégia, desenvolvida pela Dataprev, visa principalmente acelerar o processamento e reduzir as extensas filas de espera associadas às solicitações de benefícios por incapacidade temporária. A adoção desta ferramenta representa um avanço significativo na luta contra fraudes, garantindo que os recursos sejam direcionados aos realmente necessitados.

Neste novo sistema, os atestados são enviados eletronicamente pelos requerentes, que buscam obter aprovação para benefícios limitados a um período máximo de 180 dias. O processo digitalizado permite uma análise detalhada dos documentos, utilizando algoritmos avançados para verificar uma série de informações, incluindo a identificação do médico, sua especialidade, o local de prática profissional e até mesmo o IP de origem do envio do documento. Este método oferece uma camada adicional de segurança, cruzando dados de forma a identificar discrepâncias que possam sugerir tentativas de fraude.

A eficácia deste sistema já se mostrou promissora, com a identificação de casos suspeitos que estão atualmente sob investigação. Um exemplo notável inclui a descoberta de atestados médicos que, embora emitidos sob o nome de uma mesma profissional, apresentavam inconsistências claras, como variações no padrão da letra e uso de um carimbo idêntico, apontando para uma possível má utilização desses documentos. Tal caso está sendo aprofundado com a colaboração da Polícia Federal, destacando o potencial do sistema em combater atividades fraudulentas de forma eficiente.

Para aqueles interessados em solicitar o benefício por incapacidade temporária, é importante observar que existem critérios específicos a serem cumpridos. Entre eles, destacam-se a exigência de contribuições regulares ao INSS, a manutenção da qualidade de segurado e a necessidade de um mínimo de 12 contribuições antes do evento que gerou a incapacidade. Ademais, os atestados submetidos não devem indicar um afastamento superior a 15 dias e precisam estar dentro de um prazo de validade de até 90 dias.

A introdução desta ferramenta de inteligência artificial pelo INSS, portanto, marca um passo significativo em direção à modernização e eficiência nos processos de concessão de benefícios, reforçando o compromisso da instituição com a integridade e a justiça no atendimento às necessidades de sua base de segurados.

Publicado em Deixe um comentário

FRAUDES COM VOZES CLONADAS: CRIMINOSOS UTILIZAM INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL PARA ENGANAR VÍTIMAS NA AMÉRICA LATINA

A partir de julho de 2023, uma tendência tem se espalhado por diversos países da América Latina. Criminosos têm adotado o uso de sistemas de Inteligência Artificial para clonar vozes de familiares, a fim de executar extorsões, fraudes e golpes cada vez mais sofisticados.

De acordo com informações do Publimetro México, esse novo método de abordagem representa uma evolução das artimanhas utilizadas em golpes anteriores, nos quais os criminosos se passavam por familiares ou conhecidos. Contudo, esse novo cenário é marcado por uma abordagem ainda mais engenhosa.

Nos casos mais extremos, os criminosos fazem referência a laços familiares próximos e até mesmo incorporam terceiros que fingem ser filhos, filhas, mães ou outros entes queridos, a fim de convencer as vítimas de que estão lidando com uma situação real, como um sequestro.

No passado, era relativamente simples evitar essas armadilhas. A presença física da pessoa ou até mesmo a discrepância na voz eram indicadores claros de fraude. No entanto, com a emergência dos sistemas de Inteligência Artificial Gerativa, a complexidade desse cenário aumentou consideravelmente, uma vez que essas plataformas são capazes de imitar vozes de maneira praticamente perfeita.

É importante notar que a tecnologia atual ainda não permite uma replicação precisa da voz em tempo real absoluto. Isso resulta em atrasos ou pausas entre diálogos, a menos que as respostas sejam predefinidas e gravadas, o que limita a flexibilidade do diálogo durante a chamada de extorsão.

Diante disso, a melhor abordagem é estar atento a possíveis atrasos ou interrupções no fluxo da conversa. Recomenda-se também alterar a sequência natural do diálogo, visando interromper o fluxo premeditado pela chamada. Outras dicas incluem observar se a voz soa mecânica e se há presença de eco na chamada, o que pode indicar manipulação por Inteligência Artificial.

Quando o tom e o ritmo da chamada parecerem estranhos, é fundamental atentar-se à possível falta de naturalidade nas respostas ou ausência de variações típicas na articulação das palavras para o contexto apresentado. Em todas as situações, é essencial manter a cautela ao receber ligações de números desconhecidos ou identificados como “Desconhecido”.

Jamais se deve fornecer informações financeiras durante essas chamadas, e a atitude mais segura é encerrar a ligação e entrar em contato com o suposto familiar sem ceder ao desespero. Em alguns casos, pode levar algum tempo para confirmar a veracidade da situação, e é preferível aguardar algumas horas para garantir que tudo esteja realmente bem e que se tratou de um mal-entendido.