Publicado em Deixe um comentário

CASO DE ESTELIONATO EM TRANSAÇÃO DE ALUGUEL ONLINE É REGISTRADO EM SÃO PAULO

Em um incidente recente que ressalta os perigos associados a transações imobiliárias online, um operador de máquinas de 37 anos, residente em Praia Grande, São Paulo, tornou-se vítima de um sofisticado golpe de estelionato ao tentar alugar um apartamento através da internet. O caso, que resultou em uma perda financeira de R$ 500 para a vítima, foi devidamente reportado à polícia, culminando na abertura de um boletim de ocorrência na última quinta-feira, dia 28.

O golpe foi iniciado a partir do dia 22 de março, quando a vítima, na busca por acomodações, entrou em contato com um anúncio encontrado em um conhecido site de aluguel de imóveis. A comunicação inicial se deu através de mensagens enviadas para um número associado ao anúncio, onde uma suposta corretora de imóveis respondeu prontamente.

Durante a negociação, a golpista, utilizando-se de persuasão e oferecendo um desconto atraente para pagamento à vista, conseguiu convencer a vítima a realizar uma transferência bancária em nome de um terceiro, alegadamente relacionado ao processo de aluguel. Infelizmente, após a conclusão do pagamento, a comunicação foi unilateralmente interrompida, e nenhum contrato foi fornecido, deixando claro o caráter fraudulento da operação.

Este incidente está atualmente sob investigação pela Polícia Civil de Santa Bárbara d’Oeste, com a vítima possuindo um prazo de até 180 dias para formalizar uma acusação criminal contra os responsáveis. Este caso serve como um lembrete importante dos riscos inerentes às negociações feitas inteiramente online, especialmente em um mercado tão vulnerável quanto o imobiliário. Alerta-se aos consumidores a necessidade de extrema cautela ao realizar tais transações, enfatizando a importância de verificar a autenticidade dos anúncios e a identidade dos vendedores antes de qualquer pagamento.

Publicado em Deixe um comentário

COMO A BLOCKCHAIN ESTÁ MOLDANDO O FUTURO DAS TRANSAÇÕES COMERCIAIS

A tecnologia blockchain está redefinindo o paradigma da segurança e transparência no setor varejista, longe de sua associação inicial exclusiva com as criptomoedas. Esta inovação tecnológica, conhecida por sua estrutura de dados distribuída e imutável, está impulsionando uma revolução no varejo através da introdução de soluções inovadoras que abordam desafios persistentes como o rastreamento de mercadorias, combate à falsificação, fraudes e ineficiências logísticas.

A adoção da blockchain no varejo oferece uma camada adicional de segurança nas transações, possibilitada pela criação de tokens exclusivos do negócio e a integração das criptomoedas mais reconhecidas, elevando o nível de engajamento do consumidor. Esta tecnologia promove uma transparência sem precedentes, permitindo o registro seguro e a verificação de transações em um livro-razão público e imutável, acessível para verificação em tempo real.

Um dos casos mais de aplicação da blockchain no varejo é a capacidade de rastrear a cadeia de suprimentos de produtos. Os consumidores podem, através de um simples escaneamento de um QR code na embalagem, acessar informações detalhadas sobre a origem, o processo de produção e o transporte dos produtos, garantindo uma transparência total desde o produtor até as prateleiras.

No Brasil, o interesse em criptoativos e na tecnologia blockchain é particularmente alto, refletindo um potencial significativo para a adoção dessa tecnologia como uma camada de segurança robusta em transações online, proporcionando um registro em tempo real das transações e seus metadados.

Além da segurança das transações, a blockchain serve como um instrumento poderoso na manutenção da privacidade e segurança dos dados dos clientes, em conformidade com legislações de proteção de dados, como a LGPD. A tecnologia também se apresenta como um aliado essencial no combate à pirataria e falsificações, permitindo aos consumidores verificar a autenticidade de produtos através da consulta de metadados armazenados em contratos inteligentes na blockchain.

Embora a regulamentação específica para o uso da blockchain no Brasil ainda esteja em desenvolvimento, com a existência de legislação sobre criptoativos mas não especificamente sobre blockchain, o setor varejista está à beira de uma nova era. A promessa é de uma era de rastreabilidade de produtos aprimorada, prevenção eficaz de fraudes, garantia de autenticidade, elevados padrões de transparência, simplificação de processos, redução de custos e otimização de operações. A tecnologia blockchain, portanto, não apenas enfrenta os desafios atuais do varejo mas também abre caminho para inovações futuras que transformarão a indústria de maneiras ainda não totalmente percebidas.